• Dr. Crypto

Coreia do Norte executa trader em cenário de repressão às transações estrangeiras

Em busca de fortalecer economia, Coreia do Norte executou investidor que operava no mercado estrangeiro.

Operar no mercado financeiro em dólar pode terminar em execução na Coreia do Norte. Segundo o Financial Times, o país recentemente executou um investidor por operar com moedas fiduciárias de outro país dentro da Coreia do Norte.


A execução do trader serviu como imposição do regime de Kim Jong-un aos investimentos da população no câmbio estrangeiro. A medida faz parte de um contexto amplo em que o líder da Coreia do Norte pressiona o fechamento da economia do país como medida para estimular o fortalecimento da moeda local, o Won (₩).


A morte do trader é resultado das medidas de restrição do país, que nos últimos meses assistiu a uma impressionante valorização de 20% da sua moeda won em relação ao dólar estadunidense. Conforme cita o Financial Times, essa valorização do won em relação ao dólar estadunidense pode ser considerado um dos maiores crescimentos que aconteceu para a moeda nos últimos anos.


A investigação sobre o investidor revela que a execução do investidor fez parte de uma série de outras medidas adotadas por Kin Jong-Un em relação ao mercado de câmbio.


País executa trader


A execução serviu como um alerta para outros traders que negociam atualmente no país. Com a execução, Kin Jong-un pretende demonstrar o poder que possui diante de toda a Coreia do Norte, além da busca pelo fortalecimento da economia local através da repressão.


A execução do trader, que não teve o nome revelado, foi informada pelo membro do comitê de inteligência da Assembleia Nacional da Coreia do Sul,Kim Byung-kee.


Mudança na economia


A Coreia do Sul acompanhou o aumento da moeda fiduciária norte-coreana nos últimos meses, depois da mudança de posicionamento do país em relação a investimentos no mercado exterior.


Para Andrei Lankov, especialista da Universidade Kookmin, em Seul, o regime econômico da Coreia do Norte está enfrentando mudanças estruturais. Segundo Lankov, a economia está se fechando no país.


O especialista afirma em entrevista ao Financial Times que a Coreia do Norte passou a interferir em negócios privados, além de ter executado um day trader.

“Por um longo tempo sob o comando de Kim Jong Un, eles não interferiram em negócios privados. Eles não apenas toleraram, mas encorajaram a descentralização e a mudança para relações de mercado entre empresas industriais e indivíduos. Agora eles estão tentando voltar atrás.”

A economia da Coreia do Norte pode ter sido severamente impactada com o novo coronavírus. Embora o país não tenha registrado nenhum caso da doença, a Coreia do Sul acredita em uma instabilidade da moeda won. Dessa forma, o cerco de Kim Jong-un em investimentos em dólar e no mercado internacional pode mascarar uma grande crise econômica no país.


Fonte: cointelegraph

0 visualização0 comentário
DOAÇÕES 
BTC: 3HhYh6wwq4SCTu956pt4xLK5J68vCCCbcu
ETH: 0xc154ff56bd8a079baad7bf02eec88c7ffc14abef
LTC: MH97DWVakHvASRNMXgZ3NYcXZpxrmxgx3k
ATM$: ATM-3CEK-S6KE-4JCE-6HFMY
  • Facebook Round
  • Twitter Round
  • Google+ - Black Circle

© WIKICRYPTOMARKET 2018

CNPJ: 08.568.124/0001-80