• Dr. Crypto

Empresas que oferecem PIX estão isentas de multas até maio de 2021, decide BC



Ideia é dar a bancos, fintechs e associações tempo para se adequarem ao novo sistema.


Instituições financeiras que ofertam o Pix e cometem irregularidades, como atraso nas transações ou falha na comunicação com o Banco Central do Brasil, podem pagar multas que vão de R$ 50 mil a R$ 1 milhão.


Uma nova resolução publicada pelo BC no Diário Oficial desta segunda-feira (23), no entanto, isenta as empresas de pagarem penalidades no período entre 3 de novembro deste ano a 15 de maio de 2021. Ao estender o prazo, o BC dá mais tempo para bancos, fintechs e associações se adequarem ao novo sistema.


De acordo a resolução, no entanto, dentro desses sete meses as instituições precisam interromper as irregularidades e encontrar soluções para os problemas encontrados. Caso contrário, podem ter que arcar com os valores.


É preciso, segundo a resolução do BC, que “haja a cessação da prática, em prazo a ser estabelecido pelo Banco Central do Brasil em instrução normativa, comprovada de forma inequívoca pelo participante”.


Fonte: portal do bitcoin

1 visualização0 comentário
DOAÇÕES 
BTC: 3HhYh6wwq4SCTu956pt4xLK5J68vCCCbcu
ETH: 0xc154ff56bd8a079baad7bf02eec88c7ffc14abef
LTC: MH97DWVakHvASRNMXgZ3NYcXZpxrmxgx3k
ATM$: ATM-3CEK-S6KE-4JCE-6HFMY
  • Facebook Round
  • Twitter Round
  • Google+ - Black Circle

© WIKICRYPTOMARKET 2018

CNPJ: 08.568.124/0001-80