• Dr. Crypto

ZCO2 o primeiro DEFI verde da geração Z



O que você acha de ter, na sua carteira, a prova da sua contribuição com a natureza e com a humanidade e ela ainda poder se valorizar? Imagina se você puder compartilhar, doar ou vender essa sua contribuição em fazer a diferença no mundo com outras pessoas iguais a você?


Fazer a diferença, fazer a sua parte, colaborar, contribuir com a sociedade são os sonhos de todo ser humano, em especial dos nascidos neste milênio. Foi pensando neles que Bruno Souza, da Green Chain e Clynson Oliveira do INEPP idealizaram uma solução capaz de unir todos os benefícios em um único ativo digital, o ZCO2.


O Instituto Nacional de Excelência em Políticas Públicas, o INEPP, fundado em no início dos anos 2000 por Marcus Lisboa, um dos maiores especialistas em economia digital do mundo, desenvolveu uma blockchain nativa, brasileira, e híbrida, capaz de programar smart contracts para regras e modelos de negócios que podem ser implementadas por instituições públicas e privadas de forma open source ou permissionada.


Esta blockchain foi batizada de Proof Of Participation (PoP) e é uma prova de consenso inédita, de baixo custo energético e de implementação, que recompensa pela validação dos seus participantes. Possui como default a capacidade de prover auditoria automatizada e garantir a imutabilidade das transações, sendo uma ferramenta poderosa de governança infraudável.


O ZCO2, é lastreado em créditos de carbono e pode ser transacionado diretamente entre os usuários, sem precisar de exchanges ou outros intermediários. A confirmação das transações ocorre em menos de 15 segundos e a capacidade supera 10.000 transações pode segundo. Para fins de comparação, a confirmação das transações de Bitcoin, superam 7.000 segundos, sendo 1080% mais rápida.



Os créditos de Carbono são gerados quando uma iniciativa evita ou reduz a emissão de gases do efeito estufa. Cada crédito de carbono equivale a 1 tonelada não emitido.


No século XXI a maior commoditie do planeta serão os créditos de carbono. A geração Z que comprar este token poderá guardá-lo e usá-lo para pagar a sua faculdade, comprar um carro ou um imóvel. A previsão do Banco Mundial é de que o seu valor saia de USD$ 7,00 em 2020, para USD$ 80,00 em 2030.


O ZCO2 tem a capacidade de se tornar o ativo verde digital mais valioso o planeta, por ser lastreado na geração de projetos de carbono em áreas na Amazônia que foram certificadas nacionalmente pelo INEPP em sua inovadora metodologia baseada nas resoluções do clima da ONU do Acordo de Paris, como o Mecanismo de Desenvolvimento Sustentável, que contabiliza não apenas o sequestro de carbono, mas principalmente os benefícios que ele vai gerar para as comunidades que efetivamente protegem o meio ambiente, como os indígenas da Amazônia.


O melhor do ZCO2 é que ele pode ser considerado o primeiro DEFI verde. DeFi é uma sigla para a palavra Decentralized Finance e significa finanças descentralizadas. Ela parte da ideia de construir instrumentos financeiros no blockchain, de forma descentralizada e independente de empresas e governos.


Ou seja, a mentalidade libertária que motivou a criação do sucesso do Bitcoin, pode agora estar em suas mãos. A independência do sistema financeiro tradicional e rapidez e as vantagens da economia digital na palma de sua mão.


Por ser focado na democratização da creditação de carbono de áreas nacionais antes esquecidas e totalmente alinhado com a filosofia do pagamento por serviços ambientais previsto na Lei 14.119/21 (Floresta +) que tem por objetivo incrementar o mercado de serviços sustentáveis no Brasil, o ZCO2 aparece como o melhor ativo digital verde do momento.


O ZCO2 é uma iniciativa que vai mudar a forma de funcionamento do mercado de carbono. Antes somente pessoas e empresas com grande poder aquisitivo e com vastas áreas como patrimônio, possuíam recursos para contratar empresas e auditorias internacionais capazes de certificar áreas dentro do Brasil, nos termos das exigências do MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo) da ONU.


Com a mudança da legislação brasileira e a inédita iniciativa MDS do INEPP, é possível certificar áreas utilizando tecnologias como satélites, blockchain, e chips de monitoramento, gerando os créditos diretamente para os pequenos detentores de área ou produtores rurais que efetivamente vivem da preservação ambiental. O conceito é que o Brasil pode tomar conta de seus processos de certificação para brasileiros, com maior credibilidade que os estrangeiros, por meio da auditoria imediata promovida pelos relatórios gerados na blockchain.


Os números do ZCO2 são bem modestos e com uma tendência exponencial a ser um pólo gerador de sustentabilidade pelo seu propósito de juntar os pequenos e médios geradores de créditos de carbono em uma única plataforma.


A principal diferença entre o token ZCO2 e seus similares no mercado é simples, ele é o único sustentável de ponta a ponta, desde a blockchain, que polui 10.000% menos. Cerca de 1% de toda a energia elétrica mundial é consumida pela mineração de criptoativos como Bitcoin e Ethereum, que são as plataformas geradoras de tokens (como o RC20 da ETH).


Hoje, o impacto gerado atinge mais de 3000 pessoas no estado do Amazonas e no Maranhão, totalizando mais de 20.000 hectares de áreas protegidas e benefício sociais reais como os prestados à Banda Falcão Imperial, em Barcelos-AM.


O lançamento do inédito aplicativo de teste ZCO2, que é um banco digital DEFI, foi adiantado e você pode usá-lo agora acessando https//greenbank.popblockchain.org


Quem quiser comprar o token ou saber ainda mais sobre a novidade, já pode acessar!


Por: Clynson Silva de Oliveira

3 visualizações0 comentário
DOAÇÕES 
BTC: 3HhYh6wwq4SCTu956pt4xLK5J68vCCCbcu
ETH: 0xc154ff56bd8a079baad7bf02eec88c7ffc14abef
LTC: MH97DWVakHvASRNMXgZ3NYcXZpxrmxgx3k
ATM$: ATM-3CEK-S6KE-4JCE-6HFMY
  • Facebook Round
  • Twitter Round
  • Google+ - Black Circle

© WIKICRYPTOMARKET 2018

CNPJ: 08.568.124/0001-80